Notícias Artigos


capa da AJOG Jan16

Recentemente nasceu o segundo bebê do nosso estudo sobre transplante ovariano, que devolveu a fertilidade em pacientes que entraram na menopausa após Quimio e Radioterapia. No momento do envio do trabalho para a Revista Americana, a gestante estava na metade da gestação. O bebê nasceu em 24/03/16, é uma menina saudável que nasceu de cesárea com 41 semanas e 2 dias, pesando 3,96 Kg e 50,8 cm.

Nosso estudo comprovou a eficácia do método em devolver a fertilidade a pacientes em menopausa após tratamento com Quimioterapia e Radioterapia que, além de causar a cura da doença de base (Linfoma e Linfohistiocitose hemofagocítica), teve como para-efeito a destruição dos folículos ovarianos, que acaba com a fertilidade e leva a menopausa. Leia mais em http://drafernandapacheco.hospedagemdesites.ws/2015/11/18/152/